07 de abril Dia Mundial da Saúde – ACMFC faz alerta sobre Polifarmácia

Ouçam a entrevista do Presidente da ACMFC na Rádio CBN, clique
AQUI

Mais informações sobre Dia Mundial da Saúde e Polifarmácia estão abaixo e desde já agradecemos o apoio do Colega Geriatra Dr. Roni Chaim Mukamal:

O dia Mundial da Saúde organizado pela OMS tem como tema em 2012 “Good health adds life to years” (numa tradução livre, ” Boa
saúde adiciona vida aos anos vividos”)

Aproveitando o tema a ACMFC faz um alaerta sobre Polifarmácia e para os interessados é possivel ler mais sobre o assunto num artigo de referência disponível no Portal do Ministério da Saúde ” Fármacos em idosos” clique AQUI. Autores:Patrícia Medeiros de Souza, Leopoldo Luiz Santos, Celeste Aída Nogueira Silveira

Polifarmácia é quando há uso desnecessário de pelo menos um medicamento ou presença de cinco ou mais fármacos em associação. Alguns autores consideram também polifarmácia como tempo de consumo
exagerado (pelo menos 60 a 90 dias).

A ação de um medicamento num adulto jovem e num idoso é diferente. A
absorção, distribuição (menos água circulante, menos proteína,
depuração hepática e eliminação renal diferentes)

Idosos agregam risco e associações que aumentam ou diminuem o efeito, alterações em outros órgãos. Também indivíduos com baixo IMC, com algum grau de IRC, mais de 4 diagnósticos.

Os medicamentos mais consumidos incluem anti-hipertensivos, analgésicos, antiinflamatórios, sedativos e preparações gastrintestinais (FÓRMULAS).

ATENÇÃO: Uso abusivo de “tranquilizantes” (benzodiazepinicos e
psicotropicos) estes além da queda se associam a declinio cognitivo e
maior mortalidade( antipsicóticos).

Idosos na faixa de 65 a 69 anos consomem em média 13,6 medicamentos
prescritos por ano, enquanto aqueles entre 80 a 84 anos podem alcançar
18,2 medicamentos/ano. Estudo prospectivo na Holanda com acompanhamento de quatro anos mostrou que a polifarmácia ocorreu em 42% dos idosos e que a presença de hipertensão arterial e fibrilação atrial está associada a aumento significativo de fármacos utilizados.

Em outro estudo na Itália efeitos adversos foram responsáveis por 3,4%
(964/28.411) das internações, e 4% (40/964) dos pacientes foram a
óbito. Dados dos EUA revelam que 10% dos pacientes hospitalizados entre 40-50 anos e 25% dos acima de 80 anos apresentam doenças iatrogênicas,
muitas associadas a classes específicas de medicamentos,7 como os
cardiovasculares, psicotrópicos, fibrinolíticos e diuréticos.

Para cada medicamento utilizado pelo idoso, existe um aumento de 65%
de chance de internação por complicações medicamentosas.

MITOS

Idoso tem que tomar algum medicamento
Idoso tem que tomar MUITOS medicamentos

DICAS

Só o fato de ser idoso não justifica o uso de medicamentos
Elaboração de Políticas públicas de proteção ao idoso e ao cuidador
A importância dos clínicos, médicos de família e no caso do Idoso
frágil Geriatra. A sociedade deve valorizar os clínicos para alertar sobre eventos sentinelas.

Estratégias para melhorar o uso de medicamentos pelo idoso (SOUZA, et. al.)
• Realizar adequada anamnese, revisando antecedentes médicos. Obter
história medicamentosa completa, atentando para automedicação e
associações medicamentosas.
• Prescrever apenas com indicação específica e cientificamente
embasada, definindo claramente os objetivos da terapia proposta.
• Simplificar o regime medicamentoso, quando possível.
• Iniciar com pequenas doses e adequar às respostas desejadas.
• Adequar o esquema de administração às condições clínicas do paciente
(insuficiência renal ou hepática, hipoalbuminemia etc.).
• Monitorizar cuidadosamente efeitos adversos.
• Dar orientações repetitivas e certificar-se de que o paciente as incorporou.
• Uma maneira que se mostrou eficaz foi o acompanhamento do paciente
idoso por farmacêutico clínico, demonstrando-se redução da prescrição
de fármacos não apropriados e diminuição de efeitos adversos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s