Clube de revista ACMFC, agosto de 2018

Dentre outras funções, o grupo de WhatsApp dos médicos de família e comunidade do Espírito Santo abriga uma espécie de clube de revista. Os integrantes do grupo compartilham evidências científicas interessantes na medida em que as encontram (ou redescobrem), o que frequentemente dispara uma discussão sobre o tema. Às vezes é o contrário: seus integrantes compartilham evidências científicas de que já tinham conhecimento, ou que acabaram de buscar, para responder a alguma discussão que esteja acontecendo no grupo.

Estes foram alguns dos artigos que geraram maior interesse, durante o mês de agosto de 2018:

  • Um ensaio clínico (https://doi.org/10.1056/NEJMoa1714283) avaliou duas formas de tratamento da infecção latente pelo bacilo da tuberculose, para prevenir o desenvolvimento da doença tuberculose. O tratamento com rifampicina por 4 meses se mostrou tão eficaz quanto o usual (9 meses de isoniazida), com maior adesão e menor incidência de efeitos adversos.
  • The BMJ publicou uma revisão do estado da arte sobre sobrediagnóstico e sobretratamento: https://doi.org/10.1136/bmj.k2820. Também publicou um editorial sobre ambos, enfatizando o sobrediagnóstico como responsável pelo sobretratamento: https://doi.org/10.1136/bmj.k3494.
  • Analisando dados administrativos sobre a incidência de câncer nos Estados Unidos, um grupo de pesquisadores observou uma redução na incidência de câncer de colo de útero entre mulheres jovens coincidindo com o início da vacinação contra HPV naquele país: https://doi.org/10.1016/j.amepre.2018.03.013.
  • Reanalisando os dados de uma coorte norte-americana, pesquisadores confirmaram que tanto dietas ricas em carboidrato quanto as pobres em carboidrato estão associadas a uma maior mortalidade, tanto cardiovascular quanto não cardiovascular: https://doi.org/10.1016/S2468-2667(18)30135-X. No caso das dietas pobres em carboidrato, a substituição por alimentos de origem animal se associou a uma maior mortalidade, enquanto a substituição por alimentos de origem vegetal se associou a uma menor mortalidade.

Se você ainda não faz parte do grupo, associe-se e envie um e-mail à ACMFC pedindo sua inclusão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s