CARTA ABERTA AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE E À POPULAÇÃO CAPIXABA

A Associação Capixaba de Medicina de Família e Comunidade (ACMFC), a Sociedade de Infectologia do Estado do Espírito Santo (SIES), a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia – ES (SBGG-ES), a Sociedade Espiritossantense de Pediatria (SOESPE) e a Sociedade de Pneumologia do Espírito Santo (SPES) vêm a público manifestar sua preocupação com a difusão correta de informações acerca do tratamento farmacológico e medicações preventivas contra a Covid-19, assim como pedir cautela sobre a adoção de protocolos farmacológicos por prefeituras do estado. Entendemos que o momento exige estratégias firmes e até inovadoras, o que é necessário em situações de calamidade como a atual. Salientamos, porém, que até o momento não existem bases científicas para profilaxia farmacológica ou tratamento precoce da COVID-19. É de suma importância que medidas preventivas demonstradas como eficazes até o momento, como distanciamento social, uso de máscaras, higiene das mãos e objetos continuem sendo o foco principal de todos, associadas ou não a tratamento medicamentoso que for julgado procedente em cada caso.

Confira a nota na íntegra:

Nota conjunta das sociedades científicas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s