Curso de Especialização em Docência na Saúde – inscrições até 30/06/14

Prezado(a) Coordenador(a),
Informamos que o curso de Especialização em Docência na Saúde tem inscrições mantidas até o dia 30 de junho de 2014.
Com  a reformulação do edital é possível a participação de IES públicas e privadas sem fins lucrativos, com abertura anterior ao Reuni.

O objetivo do Curso é desenvolver processos pedagógicos e formativos que respondam às necessidades sociais e de desenvolvimento e melhoria da qualidade do sistema de saúde naquilo que diz respeito à formação universitária de profissionais da área da saúde.

O inicio do curso está previsto para o dia 28 de julho de 2014. Serão oferecidas 600 vagas.

Período de inscrições (online): 28 de abril a 30 de junho2014.

Informações sobre o Curso e o Edital de prorrogação no link:  http://www.educasaude.org/noticias/curso-de-especializacao-em-docencia-na-saude-tem-inscricoes-mantidas-ate-o-dia-27-de-junho-de-2014
[http://www.educasaude.org/resolveuid/d15fd0ff-73cf-4870-b27a-0bf14e44c79b/@@images/image/large]
Atenciosamente,

EQUIPE PRÓ-SAÚDE/PET-SAÚDE
DEPARTAMENTO DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE GESTÃO DO TRABALHO E DA EDUCAÇÃO NA SAÚDE
MINISTÉRIO DA SAÚDE

Anúncios

Atualizando os nomes da nova Diretoria da ACMFC, eleita para o mandato 2014_2016

Presidente: ROBSON ADRIANO ZANOLI

Vice presidente: MARCELLO DALA BERNARDINA DALLA

Secretário Geral: FLÁVIA THEREZA RODRIGUES DECOTTIGNIES DE BARROS

Diretor Financeiro: JOSÉ DE ALMEIDA CASTRO FILHO

Diretor Acadêmico: LEONARDO FERREIRA FONTENELLE

Diretor Científica: TATIANA ARGOLO TOSCANO FIGUEIREDO

Diretor de Exercício Profissional:WALESKA DE SOUZA REISMAN

Diretor de Comunicação: VIOLETA VARGAS LODI

Diretores Suplentes: PRISCILA BACCHETTI CEZAR E THIAGO DIAS SARTI

Documentos da SBMFC sobre a medicina de família e comunidade

Temos 4 documentos na página da SBMFC esclarecendo sobre a especialidade de medicina de Família e Comunidade

 

Definição Posto de Saúde e Centro de Saúde/ Unidade Básica de Saúde*

Posto de Saúde: Unidade destinada à prestação de assistência a uma determinada população, de forma programada ou não, por profissional de nível médio, com a presença intermitente ou não do profissional médico.

Centro de Saúde/Unidade Básica de Saúde: Unidade para realização de atendimentos de atenção básica e integral a uma população, de forma programada ou não, nas especialidades básicas, podendo oferecer assistência odontológica e de outros profissionais de nível superior. A assistência deve ser permanente e prestada por médico generalista ou especialista nestas áreas. Podendo ou não oferecer: SADT e Pronto atendimento 24 Horas. 

FONTE: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/cnes/tipo_estabelecimento.htm

*Postado por Leonardo F. Fontenelle na lista de discussão da SBMFC (Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade)

Solicite inscrição na lista da SBMFC, envie uma mensagem pelo e-mail a ser incluído para:sbmfc+subscribe@googlegroups.com

Vídeos – Série como eu faço (Medicina de Família e Comunidade SMS-RJ)

Série como eu faço –  Medicina de Família e Comunidade RJ
 
Confecção e uso de espaçadores em casos de asma: https://www.youtube.com/watch?v=NObHCLTgxoE

Editora lança aplicativo que facilita diagnóstico médico mais rápido

Versão em português estará disponível até o fim do ano; app pode ser baixado de graça (Reproduzido da Lista de discussão da SBMFC)

CLÁUDIA COLLUCCI

DE SÃO PAULO

A editora do periódico científico “BMJ” (British Medical Journal) acaba de lançar no Brasil um aplicativo grátis no qual o profissional de saúde pode acessar, em tempo real, os principais estudos internacionais.

A tecnologia faz uma análise dos sintomas do paciente, seus possíveis diagnósticos e terapias. Em seguida, fornece uma espécie de segunda opinião instantânea.

Segundo o médico Ricardo Cypreste, especialista clínico para o “BMJ” no Brasil, estão disponíveis 969 tópicos atualizados em diversas áreas.

Por enquanto, o conteúdo está em inglês, mas haverá uma versão traduzida para o português até o fim do ano.

Chamado de “BMJ Best Practice”, o app é voltado para smartphones e tablets com sistemas iOS e Android. Após ser baixado, pode ser consultado off-line.

Para acessá-lo, o profissional de saúde precisa entrar na loja virtual (iTunes ou Google Play), buscar o “BMJ Best Practice”, criar uma conta com e-mail e senha e colocar o código acesso: 4249907577.

A versão para computadores também está disponível gratuitamente no Portal Saúde Baseada em Evidência (www.periodicos.saude.gov.br). Basta o profissional de saúde fazer o registro.

“Isso facilita um diagnóstico mais rápido e preciso até mesmo em regiões isoladas. O profissional só precisa de um aparelho com acesso à internet”, explica Cypreste.

Outra ferramenta digital é o “BMJ Learning”, que oferece educação médica continuada, com dezenas de módulos de aprendizagem em texto, vídeo e áudio credenciados e revisados por especialistas do “BMJ”.

O próximo investimento da editora no país é um curso voltado para profissionais que desejam publicar trabalhos em grandes periódicos científicos, como o “BMJ”.

“O Brasil avançou na quantidade de publicações no exterior, mas precisa melhorar em qualidade”, diz Cypreste.

O curso deve acontecer a partir de janeiro de 2015, será on-line e em inglês.

Além do “British Medical Journal”, fundado em 1840, a editora publica outros 60 títulos especializados.